23 de novembro de 2011

Suicídio de células


É isso mesmo. Suicídio celular. Ao contrário do que acontece conosco (a célula não entra em depressão ou fica decepcionada), este tipo de morte é bem comum ao longo do desenvolvimento de um organismo e durante toda a sua vida. Ela ocorre na fase embrionária, onde membros e órgãos estão sendo “modelados” e há um excesso de células ou também pode funcionar como um controle de qualidade da duplicação de DNA. A fim de que mutações prejudiciais no DNA não se perpetuem e gerem, por exemplo, um câncer. Também é uma estratégia de defesa contra microrganismos, por exemplo, numa infecção por vírus para que estes não se repliquem e se espalhem para outras células ou mesmo tecidos.
Para isso é disparado um programa de morte chamado de apoptose, palavra grega que significa “o cair das folhas” das árvores no outono (cientistas são poetas e românticos). Digo que a apoptose é uma morte com classe, pois há todo um preparo antes da célula literalmente implodir. Ocorre fragmentação do DNA, condensação da cromatina (complexo formado por DNA e uma proteína chamada histona) e por fim, a fragmentação da célula em si. Todos estes processos são altamente regulados por famílias de proteínas que podem estimulá-los ou inibi-los para que a célula perpetue e execute suas funções até a sua “velhice” (senescência), quando também entram em apoptose. Abaixo um vídeo que mostra todo o processo de apoptose:

22 de novembro de 2011

A Terra vista do espaço

Entrevista completa com Richard Dawkins

Ele é considerado o sucessor de Charles Darwin. Nascido em 1941 no Quênia, este polêmico biólogo é um dos ferrenhos defensores do evolucionismo e consequentemente do ateísmo. Já escreveu inúmeros títulos sobre a temática evolucionista. Destacando dentre eles:
  • O Gene Egoísta (1976; segunda edição, 1989)
  • O Fenótipo Estendido (1982) Edição revisada de 1999
  • O Relojoeiro Cego (1986); relançado em 1996 e 2007
  • O Rio Que Saía do Éden (1995) Edição reimpressa (1996)
  • A Escalada do Monte Improvável (1997)
  • Desvendando o Arco-íris (1998)
  • O Capelão do Diabo (ensaios selecionados, 2003)
  • Deus, um Delírio (2006)
  • The Ancestor’s Tale: A Pilgrimage to the Dawn of Life (2004); lançado em português em 2007 como A Grande História da Evolução
  • O Maior Espetáculo da Terra - As Evidências da Evolução (2009)
The Magic of Reality - How we know what's really true (2011)
    Para quem não sabe o termo Meme  foi cunhado por Dawkins no livro O Gene Egoísta e refere-se a uma unidade análoga ao gene na genética, entretanto no contexto de memória, ou simplesmente uma unidade de informação no cérebro ou em locais que armazenam informações, como por exemplo livros e vídeos.
    Quando este no Brasil, em 2009, por ocasião da FLIP (Festa Literária Internacional de Paraty), concedeu uma excelente entrevista ao programa Milênio do canal por assinatura Globo News. É a esta entrevista que você pode assistir na íntegra. 
    Mas se desejar saber um pouco mais sobre o "rottweiler de Darwin" (como é conhecido no meio científico) você pode segui-lo no Twitter ou visitar seu site oficial http://richarddawkins.net/.










    19 de novembro de 2011

    Da concepção ao nascimento: vídeo incrível


    Se não quiser ver a parte inicial, avance para 1:57min

    Lembrei até das aulas de embriologia.

    13 de novembro de 2011

    Ajude o Instituto Nacional de Câncer (INCA)

    O INCA é um dos melhores hospitais para tratamento do câncer no Brasil. Ele fica localizado no centro do Rio de Janeiro. E se você quer fazer algo mais pelo próximo pode se candidatar à voluntário no INCA ou fazer doações. Maiores informações em http://www1.inca.gov.br/conteudo_view.asp?id=257 ou http://www1.inca.gov.br/conteudo_view.asp?id=259.
    Localização do INCA: 
    Praça Cruz Vermelha, 23 - Centro
    20230-130 - Rio de Janeiro - RJ
    Tel.: (21) 3207-1000